Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cozinhar com

Venez j'vais vous aider. On descend et hot c'est parti - Amélie Poulain

Cozinhar com (maracujá)

Aconteceu. O quê? Eu transformar a frase "envolver a farinha na massa" em  "juntar a farinha e bater bem". E que mais? Pois bem, quando isto acontece temos um bolo enqueijado a sair do forno mas, na minha opinião, não menos bom (eu até gosto desta consistência). Quem nunca, que atire a primeira fatia (só depois de uma trinca)! A razão, mais ou menos científica, para tal é: quando existe uma mistura de ovos e açúcar ou manteiga e açúcar, essa sim, deve ser batida muito bem para que os elementos se misturem devidamente e assim formem uma boa emulsão. Contudo, a Dona Farinha não deve ser batida mas apenas envolvida , senão corremos o risco de  lhe desenvolver o glúten e o bolo pode ficar mais elástico do que fofo e muitas vezes ficar com uma textura "enqueijada". Também muitas vezes ao bater demasiado a massa pode potenciar outro problema, esta ficar com muito ar, crescer no forno e depois de cozido abater porque não tem estrutura para aguentar o seu próprio peso. 

Aqui, nasceu um bolo enqueijado por engano. Aqui, se devorou até à ultima migalha.

 

 

Ingredientes 

100 g de manteiga à temperatura ambiente

½ chávena de açúcar amarelo

3 ovos

1 chávena de buttermilk (1 chávena de leite + 1 colher de sopa de sumo de limão)

2 chávenas de farinha de trigo

1 colher de chá de fermento químico

 

Xarope de macacujá:

200 ml de polpa de maracujás frescos

½ chávena de açúcar amarelo

½ chávena de água

 

Preparação

 

Começar por preparar o xarope: retirar a polpa dos maracujás até obter 200 ml. Colocar numa panela com os restantes ingredientes e levar ao lume até ferver. Reduzir o lume e deixar cozinhar uns 15 minutos, até formar um género de xarope. Deixar arrefecer e reservar.

Numa taça colocar a manteiga e o açúcar e bater bem com a batedeira eléctrica até ficar bem cremoso e claro. Adicionar os ovos um a um e bater bem entre cada adição.

Juntar o buttermilk e mexer bem. Juntar a farinha e o fermento e bater bem na massa até ficar homogénea.

Colocar a massa numa forma untada e polvilhada com farinha e levar ao forno pré-aquecido a 180ºC, até cozer (teste do palito).

Desenformar e picar o bolo todo com um palito e regar o bolo com o xarope. 

 

IMG_20170923_181126

IMG_20170923_180848IMG_20170923_181046

 

 

Cozinhar com (amêndoas)

Antes de torcereis o nariz, experimentai! Toda a gente prega (e bem) que devemos consumir legumes e que os mesmos devem fazer parte da nossa alimentação para que assim esta seja saudável e equilibrada. Nunca é demais realçar a sua importância, e voltar a pregar, pois não? Apresentá-los em diferentes confeções e misturar com os alimentos preferidos de quem não é adepto de legumes é uma forma mais fácil de os introduzir na alimentação diária. Este bolo é exemplo! E na altura da compra? Podeis (e deveis) sempre escolher os legumes da época - como é o caso da courgette - que são mais ricos nutricionalmente. Porém, e para enriquecer as refeições com cor e variedade, todos os outros também deve fazer parte. Segundo um estudo realizado em abril deste ano, 74% dos consumidores portugueses têm preferência por fruta e vegetais nacionais, sendo que a razão major para tal escolha é "ser uma forma de ajudar a impulsionar o comércio local". Já diziam os outros.. "o que é nacional (e acrescento, da época) é bom".

 

Ingredientes 

¾  de chávena de amêndoas picadas (previamente torradas)

⅓ de chávena de azeite

de chávena de geleia de arroz

2 ovos

½ chávena de bebida de amêndoa

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de chá de canela + canela para polvilhar 

1 pitada de noz moscada

1 + ½ chávena de courgette ralada

1 + ¾  de chávena  de farinha integral

 

Preparação

 

Numa taça juntar o azeite com a geleia de arroz e misturar tudo muito bem.

Acrescentar os ovos e a bebida de amêndoa e voltar a misturar.

De seguida adicionar a courgette ralada, ligeiramente escorrida, e envolver no preparado.

Juntar os ingredientes secos: farinha, bicarbonato e especiarias, envolvendo cuidadosamente com a espátula até obter uma massa homogénea.

Por fim, misturar as amêndoas.

Levar ao forno pré-aquecido a 170ºC, numa forma de bolo inglês durante cerca de 50/60 minutos ou até o palito sair seco.  

Retirar do forno e deixar arrefecer, dentro da forma cerca de 10 minutos. Quando retirado da forma deixar arrefecer completamente sobre uma grelha.

 

2017-08-14 03.06.59 1

2017-08-14 03.05.12 1

2017-08-14 03.07.01 1

Cozinhar com (cenoura)

Não é bom quando conseguimos ser expressivos através da escrita? E quando existe uma Celine e uma Ana que se expressam lindamente através da fotografia e ilustraçãonão é igualmente bom? Pois bem, a resposta para ambas as questões é: sim, muito bom! Felizmente elas aceitam sempre, de bom grado, o que proponho. Assim sendo, dou-lhes total liberdade para criarem o que de melhor sabem fazer e os resultados estão à vista de todos! Então, nesta publicação, juntei-lhes os trabalhos, girando tudo à volta deste legume que nos pisca o olho em junho - a cenoura. Vai um aposta em que ides ficar com um brilhozinho nos olhos depois de provar este bolo e de ver as fotografias e a ilustração? Eu fiquei. Faz sentido terminar este texto com (mais) uma questão? Faz?

 

Ingredientes

1 chávena e meia de cenoura ralada

2 ovos

½ chávena de azeite

1 chávena de café de açúcar mascavado

1 chávena de farinha integral

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de café de canela em pó

100 g de queijo creme

2 colheres de sopa de geleia de arroz

 

Preparação

 

Pré-aquecer o forno a 180ºC e untar uma forma de bolo inglês.
Descascar e ralar as cenouras com a ajuda de um ralador grosso. 
Numa tigela, misturar a farinha com o bicarbonato e a canela. 
Com a ajuda de uma vara de arames bater o açúcar e o azeite. De seguida adicionar os ovos e bater mais um pouco.
Juntar a cenoura ralada e misturar bem.
Adicionar a mistura de secos e misturar com a ajuda de uma espátula até obter uma massa homogénea.
Levar ao forno pré-aquecido durante 30 minutos ou até o palito sair seco.
Nota: como a massa é um bocado pesada este bolo não cresce muito.

Retirar do forno e deixar arrefecer um bocado antes de desenformar. Quando desenformado esperar que arrefeça por compelo antes de cobrir com a cobertura.
Retirar o queijo creme do frio para que, durante esse tempo de espera, amoleça ligeiramente. 
Numa tigela, misturar o queijo creme com a geleia de arroz usando uma vara de arames, até a cobertura ficar lisinha.
Atenção: não bater em demasia senão ficará muito líquido.

Espalhar a cobertura sobre o bolo. Guardar no frigorífico.

 

2017-05-31 12:06

WhatsApp Image 2017-05-10 at 22.18.52

WhatsApp Image 2017-05-10 at 22.18.32

WhatsApp Image 2017-05-10 at 22.18.51

WhatsApp Image 2017-05-10 at 22.18.32 (2)

WhatsApp Image 2017-05-10 at 22.18.32 (1)