Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cozinhar com

Venez j'vais vous aider. On descend et hot c'est parti - Amélie Poulain

Cozinhar com (batata doce)

Como diria a Bastonária da Ordem dos Nutricionistas numa entrevista à Revista Visão, e eu não podia estar mais de acordo "A comida tem de nos dar prazer e sensação de bem-estar. Deve também respeitar os gostos individuais, a cultura e a tradição. E se soubermos pouco sobre nutrição, o segredo estará sempre em variar...". Quando cozinhamos, falo por mim, também tenho sempre em atenção as individualidades, a cultura e também o que é a nossa tradição gastronómica. Não sendo o bolo do caco uma tradição minhota, acho que a partir de hoje a vou adotar, os madeirenses certamente me deixarão, sem grandes discussões. Para além de muito bom é feito com batata doce, rica em hidratos de carbono complexos de baixo índice glicémico, ou seja, aqueles que são de absorção lenta, traduzindo-se numa numa libertação mais lenta do açúcar para a corrente sanguínea. Por este motivo não obriga a um impacto abrupto na produção de insulina, ou seja, ficaremos saciados durante mais tempo. Quis com este "pão", arranjar uma solução muito rápida de almoço ou jantar, para aqueles dias em que não deixámos nada preparado. Challenge accepted. Bastou descongelar, colocar na torradeira e acompanhar com algum tipo de proteína vegetal/animal, nunca esquecendo os legumes/salada. 

 

Ingredientes 

 

100 g de batata doce 

200 ml de água 

11g (1 saqueta) de fermento padeiro 

1 dente de alho 

390 g de farinha sem fermento 

 

Preparação

 

Lavar bem a batata doce com casca, partir em pedaços e levar a cozer.  

Depois de cozida, retirar cuidadosamente a pele e reservar.

Num recipiente com os 200 ml de água, acrescentar a batata e triturar, com a ajuda da varinha mágica. Acrescentar o dente de alho e o fermento e voltar a triturar até obter um creme homogéneo.

Numa tigela, envolver, aos poucos, a farinha e a mistura de batata doce.

Amassar bem até que consiga formar uma bola. Cobrir com papel celofane e deixar descansar por 40 minutos a 1 hora em local morno.

Depois do repouso, colocar a massa numa superfície enfarinhada e cortá-la em 8 partes iguais. Passar cada uma das partes por farinha e esticar cada uma em forma de círculos.

Colocar uma frigideira anti-aderente ao lume deixando-a aquecer por cerca de 3 minutos. Colocar uma das porções da massa, deixar cozinhar cerca de 3 minutos de cada lado e retirar. Repetir o processo com todos os outros pedaços.

 

hhIMG_20170708_163412-03-01